5 dicas de como tornar a sua escrita mais produtiva

Sempre me perguntam dicas rápidas de como se tornar uma pessoa mais produtiva nas escritas. Deixo aqui 5 dicas de como tornar a sua escrita mais produtiva. É claro que vai sempre depender do seu objetivo com o uso da escrita. Eu, por exemplo, escrevo principalmente para organizar os meus pensamentos e memórias. Seja para uma escrita mais afetiva comigo mesma, para os meus diários de viagem, ou para coisas práticas do dia a dia. Então, as minhas dicas mais básicas são para manter essa chama de inspiração, independente do uso que você fizer com a sua escrita.

Nas nossas aulas online, falamos das diferentes técnicas de escrita e propomos diferentes estímulos para manter a motivação da prática da escrita.

O QUE É ESCRITA CRIATIVA?

Existem diferentes definições e usos para escrita criativa e eu gosto de explicar que é toda escrita não técnica, acadêmica ou publicitária, tudo que é escrito de forma livre, sem cópia ou necessidade de cumprir uma função específica. Para dar um exemplo, os textos acadêmicos, jornalísticos, manuais, bulas, artigos científicos não entram nessa classificação. Já os poemas, as crônicas, as avaliações, críticas e até roteiros de cinema são exemplos de escrita criativa. As aulas online escrita criativa são um programa de desenvolvimento pessoal para usar essa ferramenta no dia a dia e além desses exemplos, a escrita criativa inclui ainda as escritas íntimas, pessoais e afetivas.

 

5 dicas de como tornar a sua escrita mais produtiva:

Anota aí:

– Escrever livremente todos os dias. Parece simples e óbvio mas é isso mesmo! Muitos autores e estudiosos de processos criativos indicam essa prática diária. Você encontra um espaço na sua rotina, faz uma manutenção na disciplina para manter a prática todos os dias, mesmo que por alguns minutos. E isso não significa dar continuidade no seu projeto de escrita formal (sua narrativa ou textos técnicos). Isso é uma prática de ‘handstorm‘ feita a mão, com papel e caneta. Você vai escrevendo o que vier na cabeça como um aquecimento da mente. Para mim, funciona ainda melhor de manhã, assim que eu acordo!

– Ler. Outra dica que parece simples mas vale lembrar! Bons escritores são ótimos leitores! Vale lembrar ainda o óbvio de você ler o que você gosta (mas em tempos de bombardeamento de informações acho que vale lembrar). Se não tem tempo, comece por pequenos contos ou crônicas (aliás, o Brasil é cheio de ótimas e ótimos autores). Eu sempre tive o hábito de ler tudo que cai na minha mão. Leio desde embalagens de sabonete até livros mais densos. Mas o importante é cultivar esse hábito, lendo entrevistas de personalidades que você gosta, contexto de obras de arte e por aí vai…

– Buscar estímulos para escrever nas suas referências internas – e para essa dica eu recomendo o meu curso =)

– Contar pequenas histórias com narrativas reais vivenciadas. Pensar numa viagem, numa gravidez, um projeto que deu certo ajuda muito a praticar a escrita.

– Deixar fluir a espontaneidade. Muitas vezes, a gente começa a escrever com um objetivo mas a escrita toma um outro rumo e tudo bem se você seguir esse rumo diferente mantendo o seu objetivo inicial.

– Leia o que você escreveu! Eu sempre falei isso para quem trabalhou comigo e para a minha filha. Comece a ler os seus textos em voz alta para fazer o primeiros ajustes e pequenas revisões. Essa prática, além de ajudaf a você entender o ritmo do seu texto, também auxilia no auto-cuidado de ser mais generosa com você mesma ouvindo as suas próprias ideias e produções.

Eu gosto sempre de comentar que a caminhada da escrita é formada por dois passos distintos: o 1º é escrever. O ideal é a gente começar a escrever independente do resultado final. E só depois é que vem o 2º passo, que é planejar como colocar no mundo (caso você queira). Se você vai montar um romance, um roteiro ou publicações o Instagram isso não importa para começar a praticar o ato de escrever!

 

Saiba mais sobre as aulas de Escrita Criativa com a Cris Piloto:

Aulas ONLINE escrita criativa

 

 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisa
Mais lidos
Follow Us
Newsletter
Cola Caco

Hub cultural de experiências criativas.

WTF COLA CACO?
Ponto de encontro presencial ou online com informações, programas de desenvolvimento pessoal a partir de processos criativos que inspiram e divertem através das artes.

POR QUE COLA CACO?
Somos um mosaico de experiências criativas. Nós unimos diferentes realidades e estilos artísticos!

COLA (s.f.) – Kólla (grego) – kˈɔ.lɐ
Qualquer substância fortemente adesiva.

CACO (s.m.) –  Etimologia desconhecida
k´a.ku

Fragmento, pedaço.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Veja nossa política de privacidade completa.